AVISOS

DOMINGO - HUMOR -- SEGUNDA-FEIRA -- FRASES CÉLEBRES -- TERÇA-FEIRA - - TERCEIRA IDADE -- QUARTA-FEIRA - ECOLOGIA-- QUINTA-FEIRA - LIVROS E LITERATURA -- SEXTA-FEIRA - CURIOSIDADES -- SÁBADO - PROVÉRBIOS

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

GANHADOR DO NOBEL E DO OSCAR





GEORGE BERNARD SHAW


Dramaturgo, romancista, contista, ensaísta e jornalista irlandês (1856/1950) escreveu que durante a sua juventude viveu na pobreza mas que, na realidade, nunca sentiu que lhe faltasse nada.
— “Eu disponha das bibliotecas, museus e concertos de Londres. Não precisava de dinheiro porque não bebia nem fumava. Não precisava de roupas elegantes, já que não ia a reuniões onde pudesse sentir-me humilhado. Não frequentava restaurantes, porque era vegetariano. Bastava-me fechar os olhos e ter em sonho tudo o que me apetecia.”
(Fonte: Alfonso Francia — Bom Humor de Homens Célebres)

Eis algumas frases suas:

George Bernard Shaw

Eu tenho de viver para os outros e não para mim mesmo — essa é a moralidade da classe média.

George Bernard Shaw

Você não aprende a manter firme sua posição no mundo ficando de guarda, mas atacando e sendo por sua vez atacado.

George Bernard Shaw

A liberdade significa responsabilidade. É por isso que tanta gente tem medo dela.

George Bernard Shaw

É impossível haver progresso sem mudança, e quem não consegue mudar a si mesmo não muda coisa alguma.

George Bernard Shaw

Você vê coisas que existem e se pergunta por quê? Eu imagino coisas que nunca existiram e me pergunto: por que não?

George Bernard Shaw

Não fazer aos outros o que não queremos que nos façam. Muito bem! Mas pode acontecer que os gostos alheios sejam diversos dos nossos!

George Bernard Shaw

A hipocrisia é a homenagem que a verdade presta à falsidade.

George Bernard Shaw

O selvagem curva-se ante os ídolos de madeira e pedra; o homem civilizado ante os de carne e osso.

George Bernard Shaw

Não será esta nossa terra o inferno e não estaremos todos aqui expiando os crimes que cometemos numa existência anterior?

George Bernard Shaw

O lar é a prisão da moça e a oficina da mulher.

George Bernard Shaw

O maior pecado para com o próximo não é odiá-lo, mas ser-lhe indiferente; essa é a essência da desumanidade.

George Bernard Shaw

É perigoso ser sincero se não se for também um tolo.

George Bernard Shaw

O que o povo chama vício é eterno; o que chama virtude, é apenas moda.

George Bernard Shaw

Uma renda suficiente é indispensável à prática da virtude.

George Bernard Shaw

As pessoas culpam sempre as circunstâncias. Só triunfa no mundo quem se levanta e procura as circunstâncias, e as cria, se não as encontra.

George Bernard Shaw

Todo homem é um bandido em potencial e um bom cidadão em potencial. O que o homem seja depende de seu caráter. O que faça, e o que pensamos sobre o que faça, depende das circunstâncias.

George Bernard Shaw

Embora eu seja um homem de letras, não deveis supor que não tentei ganhar a vida honestamente.

George Bernard Shaw

Um pessimista? É o homem que pensa que todo o mundo é tão detestável quanto ele próprio, e odeia todo o mundo por isso.

George Bernard Shaw

Nunca resistas à tentação. Prova todas as coisas e agarra-te à que for boa.

George Bernard Shaw

Só nos livros de histórias e nas baladas é que acontece de o inimigo ser sempre vencido.



Se não estou enganado, George Bernard Shaw foi a única pessoa a ter sido agraciada com o Prêmio Nobel de Literatura (1925) e com o Oscar (1938), pelo filme Pigmalião (adaptação de sua peça de mesmo nome). Não conheço ninguém que tenha conseguido até hoje essas duas honrarias.

Segundo Ovídio, Pigmalião, escultor e rei de Chipre,  apaixonou-se por uma estátua que esculpira ao tentar reproduzir a mulher ideal. Na verdade ele havia decidido viver em celibato na Ilha por não concordar com a atitude libertina das mulheres cipriotas, que haviam dado fama à ilha como lugar de cortesãs.

A deusa Afrodite, apiedando-se dele e atendendo a um seu pedido, não encontrando na ilha uma mulher que chegasse aos pés da que Pigmalião esculpira, em beleza e pudor, transformou a estátua numa mulher de carne e osso.   Pigmalião com ela se casou e, nove meses depois, teve uma filha chamada Pafos, hoje nome de uma cidade de Chipre.

Versão moderna dessa lenda é a peça de George Bernard Shaw, Pigmalião, ou My Fair Lady, em que, em vez de uma estátua transformada em mulher, temos uma mulher do povo transformada em mulher da alta sociedade. A peça é também um musical. O filme ganhou o Oscar de 1938.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESCREVA AQUI O SEU COMENTÁRIO - COLABORE